Estação Suzano lidera percentual de partidas. Cerca de 620 bicicletas são estacionadas por dia no local.

As bicicletas ganham cada vez mais espaço nas ruas. De acordo com uma pesquisa da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos, a procura pelos bicicletários das estações da CPTM aumentou 22% em abril, comparando com o mesmo período do ano passado.

O maior percentual de partidas está na Estação Suzano, por dia cerca de 620 bicicletas são estacionadas no local. O bicicletáriocompletou dois anos em junho e é o maior da CPTM com 576 lugares. O serviço é gratuito e funciona de domingo à sexta-feira, das 4 à 0h e aos sábados das 4 à 1h do dia seguinte.

Além de Suzano, as estações Ferraz de Vasconcelos Poá contam com bicicletário. Para usar o serviço, basta fazer um cadastro no local apresentando o documento de RG. O passageiro deve levar o cadeado e corrente para guardar a bicicleta.

O assistente administrativo André Luis Neves trabalha em um escritório na capital. Antes de começar a jornada, percorre cinco quilômetros em 20 minutos de casa até a estação. Ele comprou a bicicleta especificamente para isso e conta que os benefícios vão além da economia de tempo e dinheiro. “Se não tem tempo para fazer uma academia, indo e voltando de casa já é um feito e tanto”, conta Neves.

A opção de usar a bicicleta também agrada o fotógrafo Adriano Vaccari. “Essa intermodalidade entre trem e bicicleta é muito importante. A gente ganha muito na qualidade de vida, dá sair um pouquinho mais tarde e acabo chegando antes que se tivesse vindo de carro”, explica.