Grande explosão em Beirute provoca mortes e destruições. Explosão de grande escala e magnitude destruiu, nesta terça-feira (4), parte da cidade de Beirute, capital do Líbano. 

Até o momento, o governo local aponta ao menos 73 mortos e cerca de 3,7 mil feridos.

De acordo com testemunhas, os tremores em virtude do ocorrido foram sentidos na ilha do Chipre, a 240 km de distância da capital libanesa.

Explosão de causas desconhecidas

Além disso, as causas do desastre ainda são desconhecidas. A explosão foi registrada na zona portuária e nobre da cidade.

De acordo com as autoridades locais, há na região uma fábrica de fogos de artifícios e uma área de estocagem de materiais explosivos.

Da mesma forma, as imagens divulgadas em rede social, era possível visualizar um primeiro prédio em chamas e com uma pequena atividade de fogos de artifícios em meio a fumaça.

A explosão principal teve uma imagem semelhante a um cogumelo.

De acordo com a Cruz Vermelha, organização não-governamental que atua em emergências humanitárias em diversos países, 30 times da entidade foram enviados ao porto para levar feridos aos hospitais, que já estavam sobrecarregados pela pandemia de covid-19.

No entanto, a região, que se encontra próxima de zonas conflituosas como Síria, Palestina, Israel, Jordânia e Iraque, logo recebeu especulações de que se tratava de um atentado terrorista por parte de Israel.

 Todavia, de acordo com Karina Stange Calandrin, professora e coordenadora do curso de relações internacionais do Unisagrado, não é possível fazer tal afirmação.

“Se Israel teve envolvimento em alguma explosão poderia ser a que ocorreu na Síria. A explosão em Beirute acontece em uma parte nobre da cidade e dificilmente relacionado com o Hezbollah – partido político com cadeiras no parlamento libanês”, afirmou a especialista.

Brasileiros

Militares da Força Tarefa Marítima da Marinha do Brasil estavam em embarcação próxima ao local. Em nota, a Marinha informou que todos os militares estão bem e não há feridos. Embaixadas e residências oficiais de diplomatas brasileiros a 3 km do local foram afetadas. Entre os feridos está uma brasileira  que, segundo o Ministério da Defesa, mora no país acompanhada de seu marido, oficial da Aeronáutica. Ela foi atingida apenas por estilhaços e não corre risco.

Veja imagens da explosão e de como ficou a cidade de Beirute:

Foto: Metro Jornal

*Com colaboração de conteúdo de Metro Jornal

Visite nossa página Acontece Agora no Facebook e faça parte da nossa comunidade.

Conheça a Página Inicial do Nosso Site para conhecer as notícias do dia!