Trabalho home office é liberado para 120 mil servidores da Prefeitura de São Paulo. O prefeito Bruno Covas relata os benefícios trazidos por esse sistema durante a pandemia.

A Prefeitura de São Paulo autorizou o regime de teletrabalho,de forma permanente para os servidores da cidade.

De acordo com uma decisão publicada no Diário Oficial desta terça-feira (15).

Essa decisão, afetará 120 mil funcionários da administração direta, autarquias e fundações municipais.

Ainda de acordo com as justificativas apontadas pelo prefeito Bruno Covas (PSDB), o sistema adotado durante a pandemia de covid-19 gerou aumento da produtividade e melhoria dos serviços.

O sistema home office promoveu redução de despesas

No entanto, Covas também destaca uma redução de despesas e ganhos ambientais com a queda, como menor circulação de carros na cidade.

A Secretaria Municipal de Gestão vai definir os requisitos, as condições e também quais servidores poderão aderir ao teletrabalho.

Entre as regras estão três diferentes escalas de trabalho, que obrigam o funcionário público a trabalhar presencialmente de um a três dias na semana.

*Com colaboração de conteúdo de Metro Jornal

Visite nossa página Acontece Agora no Facebook e faça parte da nossa comunidade.

Conheça a Página Inicial do Nosso Site para conhecer as notícias do dia!