As competições entre os “chefs” já geraram 371 milhões de impressões no Twitter e alcançaram 397 milhões de pessoas no Facebook e no Instagram.

Cozinhar é um hábito de gerações: o que antes era registrado no caderninho de receitas, agora alcançou outros patamares. De acordo com o Target Group Index, solução da Kantar IBOPE Media, o interesse pela gastronomia vem aumentando no Brasil. A última onda da pesquisa indica que 45% dos entrevistados concordam com a frase “cozinhar me fascina”. Entre eles, destacam-se as mulheres com mais de 25 anos, entre as quais esse interesse aumenta para 54%.

Esse interesse movimenta as redes sociais durante o período de transmissão dos programas de TV desse segmento, afinal, todo mundo quer comentar sobre as provas de eliminação, a trajetória do seu candidato favorito ou sobre o quanto ficou com vontade de comer aquele prato que parecia delicioso pela televisão.

De acordo com dados do Kantar Social TV Ratings, entre janeiro e agosto deste ano, os tweets relacionados aos programas de competições culinárias monitorados foram vistos aproximadamente 371 milhões de vezes pelos usuários do Twitter¹. O sentimento de maior destaque foi admiração e as mulheres foram as que mais tuitaram. Já no Facebook e no Instagram², os posts feitos nas páginas oficiais dos programas alcançaram 397 milhões de pessoas, gerando 8,8 milhões de reações. Além de fazer com que as páginas oficiais ganhassem 8% mais seguidores nesse período.