Capacidade de realizar exames para diagnosticar covid-19 será feita com uso de 17 laboratórios da Universidade de São Paulo

A partir desta terça-feira (24), a rede de saúde pública de São Paulo terá capacidade para realizar até 2.000 testes de covid-19 (doença causada pelo novo coronavírus) por dia, anunciou o governador João Doria nesta segunda-feira (23).

O estado vai utilizar, além do Instituto Adolfo Lutz (que realiza exames), laboratórios do Instituto Butantan e outros 17 cedidos pela Universidade de São Paulo).