- Propaganda -spot_img
InícioAtualidadesSão Paulo registra aumento nas ocorrências de roubo a residências

São Paulo registra aumento nas ocorrências de roubo a residências

- Propaganda -spot_img

Aos poucos, a rotina dos paulistanos volta ao ritmo de antes da pandemia. Dados mostram que a transferência do trabalho para casa trouxe abriu as portas para a criminalidade. As residências localizadas nas zonas leste e sul da capital foram as mais afetadas. Conforme o balanço mais recente publicado pela Secretaria de Segurança Pública, o Registro Digital de Ocorrências (RDO), o índice de roubos a residências ficou em 2,1%, 1,9% e 2,0% nos três primeiros meses do ano, perante 1,9%, 1,6% e 1,7% de 2020. De acordo com Marcelo Sol, gerente de operações do Grupo Albatroz, o fato ocorre por vários motivos. O especialista elenca motivações que favorecem as ocorrências e dá dicas para evitar que seu patrimônio seja lesado.

“Primeiro é fundamental que se preste atenção nos arreadores das casas, dos prédios e dos condomínios. Isso ajuda a perceber a presença de pessoas estranhas. Outra sugestão é orientar os empregados nos deslocamentos. Seus hábitos como horário de entrada e saída podem ajudar os criminosos na hora de acessar a sua residência”. Sol chama a atenção das pessoas que, por causa da pandemia, estão evitando sair e vão ao banco e sacam valores altos. “Manter uma grande quantidade de dinheiro é arriscado, até no momento do deslocamento entre o banco e a residência. Sabemos que muitas ocorrências são registradas na abertura dos portões das garagens”, destaca. Outro hábito que ganhou muitos adeptos foi pedir comida por aplicativos. “Evite solicitar de vários locais. Evita a trânsito de pessoas estranhas na sua porta que podem analisar a residência e as pessoas que normalmente vem buscar os pedidos na porta”, conclui.

Para auxiliar, Marcelo Sol que trabalha há mais de 20 anos no ramo de segurança, dá as seguintes dicas para acessar e sair da residência:

  • Se possível, antes de sair da garagem, abra apenas o portão social e verifique se não existe nenhum veículo estranho;
  • Tenha sempre algum dinheiro com você. De preferência um volume maior, mas pouco valor. Por exemplo, várias notas misturadas de R$ 2 misturadas com as notas maiores. Isso pode dar volume e o criminoso vai pegar o dinheiro e sair rapidamente;
  • Mantenha uma senha com seus vizinhos. É importante que ao menor sinal de problemas eles possam acionar a Polícia Militar;
  • Estabeleça uma rotina de chegada e saída com os empregados da casa. Não os faça chegar e sair todos os dias no mesmo horário. Alterne;
  • Sempre instrua seus empregados a observarem as pessoas que os acompanham na condução de ida e volta ao trabalho. Eles podem ser uma presa fácil neste deslocamento;
  • Procure pagar suas compras direto pelo aplicativo, evitando assim, a exposição de seu cartão de crédito/débito. Se não for possível, faça o pagamento rápido;
  • Ao entrar ou sair com seu carro, observe ao redor se não há veículos ou pessoas suspeitas nas imediações. Só abra a garagem no momento que for realmente sair a residência. Evite deixar o portão aberto e continuar colocando coisas no porta-malas do carro. Você será uma presa fácil;
  • Se possível instale um portão com abertura “a jato”. O tempo de fechamento é menor, evitando assim a aproximação de pessoas suspeitas;
  • No caso de uma abordagem, nunca reaja e se possível ofereça ao criminoso a facilidade de levar os objetos que ele quer. Não ofereça resistência. O melhor a fazer é entregar os pertences para que ele saia o mais breve possível de sua residência;
  • Sempre acione a Polícia Militar e registre o fato na delegacia mais próxima. Só assim a polícia pode montar estratégias para prender esses suspeitos, baseadas nas informações de onde eles mais atuam.
- Propaganda -spot_img
Deve ler!
- Propaganda -spot_img
Notícias relacionadas
- Propaganda -spot_img

Deixe uma resposta.

Por favor, escreva seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui