A ação emergencial visa imunizar aproximadamente 3 milhões de pessoas, para evitar que a enfermidade se espalhe

Começa na próxima segunda-feira (10), a campanha de vacinação contra o Sarampo que será promovida na cidade de São Paulo. De acordo com a Secretaria da Saúde, 14 casos foram confirmados entre janeiro e maio deste ano na capital paulista, sendo oito importados (de pessoas que retornaram do exterior) e seis diagnosticados por meio da população local. A ação que vai até o dia 12 de julho, visa imunizar jovens com idade entre 15 e 29 anos.

Para aqueles que desconhecem, os principais sintomas do Sarampo são:  coriza, febre, falta de apetite, conjuntivite, tosse, mal-estar e a presença de manchas vermelhas pelo corpo. Sobre tais indícios, Tatiana Lima, Epidemiologista do Serviço de Epidemiologia do Hospital Federal dos Servidores (HFSE/MS), esclarece que estes podem ser confundidos com os de outras doenças como: rubéola, dengue, chikungunya, febre pelo Zika vírus, enteroviroses, exantema súbito e sífilis secundária, por isso faz-se necessário um diagnóstico específico.

Mesmo com tais situações, Tatiana reforça que o Sarampo é uma doença que possui cura, em que na sua maioria ocorre cerca de dez dias após a aparição dos primeiros sintomas. A doutora faz ainda uma ressalva, esclarecendo que neste caso não se requer acompanhamento periódico.

Embora tenha um público-alvo definido, devido a baixa probabilidade de terem sido imunizados anteriormente, quando levado em consideração o histórico de campanhas já ocorridas, qualquer pessoa entre 1 e 59 anos pode receber a dose da vacina. Aos que tenham interesse em imunizar-se, basta procurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS), portando um documento com foto, cartão do SUS e, se possuir, a carteirinha de vacinação.

Notícia: Leandro Luz Foto: ASCOM – Prefeitura de Votuporanga

Acontece Agora, o maior Portal da Zona Leste