Ação é voltada para pessoas entre 15 e 29 anos e acontece neste sábado (20).

Neste sábado (20) a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de São Paulo promove o “Dia D” de vacinação contra o sarampo. A ação é voltada para pessoas entre 15 e 29 anos e, mesmo quem já tomou a vacina ou teve a doença, deve comparece às UBSs ou a um dos postos móveis. Veja as UBSs disponíveis para vacinação e os postos volantes da secretaria de saúde.

O sarampo é uma doença que pode evoluir para complicações e levar à morte. Sua notificação é obrigatória e imediata. Em todos os casos suspeitos identificados, a vigilância epidemiológica desencadeia ações de bloqueio para interromper a transmissão da doença.

As ações são realizadas em todos os locais frequentados pela pessoa com suspeita de ter contraído o sarampo como a vizinhança da residência, locais de trabalho, estudo e espaços onde o paciente transitou no período de transmissão da doença.

A COVISA já realizou 843 ações de bloqueio vacinal com aplicação de 32.732 vacinas em ações seletivas, desde o surgimento dos primeiros casos em março de 2019.

Ações de enfrentamento

Além de disponibilizar a vacina nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), a Secretaria Municipal de Saúde fortalece as ações de imunização em universidades, terminais de ônibus, estações de trem, metrô, shoppings centers, praças e parques com o objetivo facilitar o acesso à vacina e melhorar a cobertura vacinal.

Neste mês de julho, a Secretaria de Saúde tem 16.500 servidores atuando diretamente nas regiões do município em busca da população com idade entre 15 e 29 anos para a vacinação.

No primeiro semestre de 2019, a SMS intensificou ações de extra muro para crianças na faixa etária de 1 a 4 anos. Nas creches públicas e privadas atingiu a meta de vacinação contra o sarampo em 95,9% das crianças.