Segundo Ministério Público, militantes petistas e PCC atuavam juntos para coagir sem-teto

Mais uma denúncia séria envolvendo o Partido dos Trabalhadores vem à tona. Em denúncia assinada pelo procurador Cassio Roberto Conserino, do MP-SP (Ministério Público de São Paulo), militantes do PT e PCC, além de 19 integrantes de movimentos sem-terra de São Paulo, estão sendo acusados de extorsão por cobrar aluguel de  pessoas que residem nos prédios invadidos e ameaçar “inadimplentes”.

De acordo com o promotor, as vítimas inadimplentes sofriam agressividade e ameaças, com a assistência do PCC, para serem expulsas da invasão.

Com a informação: Jornal da Cidade Online