Atividades são transmitidas pelas redes sociais do programa

As Fábricas de Cultura da zona norte de São Paulo, programa da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, gerenciado pela Poiesis, realizam novas apresentações artísticas e formações culturais de forma on-line no mês de junho. Toda a programação se mantém gratuita.

Em 6 de junho, sábado, às 16h, a Fábrica de Cultura Vila Nova Cachoeirinha convida o  mestre Valdeck de Garanhuns, multiartista com mais de 35 anos de carreira, e o Teatro de Mamulengo. Considerado mestre desse estilo teatral movido por fantoches típicos do nordeste brasileiro, Valdeck buscará entreter o público do outro lado da tela. Além desse segmento cênico, ele atua como poeta cordelista, artista plástico, arte-educador, ator, compositor e contador de histórias. A apresentação será feita pela fanpage do programa: https://www.facebook.com/fabricasdecultura.

Teatro de Mamulengo/foto Aida Cassiano

A biblioteca da Fábrica de Cultura Brasilândia realiza a atividade Tropicália: nacionalismo e globalização na música brasileira no dia 10 de junho, quarta-feira, às 11h. Em formato de podcast e transmitido pelo canal do programa disponível no SoundCloud (https://soundcloud.com/fabricasdecultura), a conversa será sobre o movimento cultural conhecido como Tropicália ou Tropicalismo que aconteceu no final da década de 1960 no Brasil. Mesmo influenciando as artes como o cinema, o teatro e a literatura, os reflexos na música serão o foco dessa vez. Músicas de Gilberto Gil, Caetano Veloso, Maria Bethânia, Gal Costa e da banda Os Mutantes estarão entre os trabalhos analisados.

Tropicália / Capa do album Tropicália ou Paris Et Circencis

Quem acompanha o instagram @fabricasdeculturasn (https://www.instagram.com/fabricasdeculturasn/) poderá participar da exibição Revelando Hilda Hilst no dia 13 de junho, sábado, às 19h, por meio da Fábrica de Cultura Brasilândia. Durante a conversa on-line, o artista visual e jornalista Jurandy Valença, que foi amigo e morou com a escritora na década de 1990, apresentará fotos, áudios e desenhos da escritora em comemoração aos 90 anos de nascimento da autora (21/4/1930). Recentemente Valença realizou a curadoria de uma mostra com mesmo nome no Museu da Imagem e do Som (MIS), em São Paulo, e foi diretor do Instituto que leva o nome da escritora.

Revelando Hilstt/ foto:Fernando Lemos

O Pocket Show com Manno G, realizado por meio da Fábrica de Cultura Jaçanã, ocorrerá no dia 13 de junho, sábado, às 20h. Germinio Andrade, mais conhecido como Manno G, trabalha com música desde 2001. Em suas letras, o músico traz as conquistas e trajetórias do povo nordestino em São Paulo e em outras capitais. O pocket show será apresentado pela fanpage https://www.facebook.com/fabricasdecultura.

Pocket Show com Manno G / foto Vras77

O ateliê Canto, Sarau e Poesia da Fábrica de Cultura Jaçanã está programado para o dia 30 de junho, terça-feira, às 14h, e será demonstrado pelo canal de YouTube do Programa Fábricas de Cultura: https://www.youtube.com/channel/UCSRGwG1IwHMZAi9XV-rxa2w/videos. O objetivo é demonstrar as principais caixas de ressonância do cantor, ou seja, a capacidade de alcance da voz e formas de exercitá-la, alinhando com as tensões e sons de instrumentos como ukulele e violão.

Canto, Sarau e Poesia / Pixabay

Não são necessárias inscrições para as atividades acima. É possível acompanhar a programação pelo site http://poiesis.org.br/maiscultura/ e pelas redes sociais do programa Fábricas de Cultura já citados acima.

SERVIÇO

Fábrica de Cultura Vila Nova Cachoeirinha

Rua Franklin do Amaral, 1575

Telefone: (11) 2233-9270

Funcionamento: de terça a sexta-feira, das 9h às 20h, e finais de semana e feriados das 12h às 17h

Teatro de Mamulengo.

6 de junho, sábado, às 16h,

Com mestre Valdeck de Garanhuns

Via fanpage:https://www.facebook.com/fabricasdecultura
Classificação indicativa: livre.

Fábrica de Cultura Brasilândia

Avenida General Penha Brasil, 2508

Telefone: (11) 3859-2300

Funcionamento: de terça a sexta-feira, das 9h às 20h, e finais de semana e feriados das 12h às 17h

Tropicália: nacionalismo e globalização na música brasileira

Com equipe da biblioteca

10 de junho, quarta-feira, às 11h

Via SoundCloud: https://soundcloud.com/fabricasdecultura

Classificação indicativa: 12 anos

Revelando Hilda Hilst

Com Jurandy Valença

13 de junho, sábado, às 19h
Via @fabricasdeculturasn: https://www.instagram.com/fabricasdeculturasn/

Classificação indicativa: livre

Fábrica de Cultura Jaçanã

Entrada 1: Rua Raimundo Eduardo da Silva, 138

Entrada 2: Rua Albuquerque de Almeida, 360

Telefone: (11) 2249-8010

Funcionamento: de terça a sexta-feira, das 9h às 20h, e finais de semana e feriados das 12h às 17h

Pocket Show com Manno G

13 de junho, sábado, às 20h

Via fanpage: https://www.facebook.com/fabricasdecultura.

Classificação indicativa: livre

Ateliê – Canto, Sarau e Poesia

30 de junho, terça-feira, às 14h

Via canal de YouTube do Programa Fábricas de Cultura: https://www.youtube.com/channel/UCSRGwG1IwHMZAi9XV-rxa2w/videos.

Classificação indicativa: 14 anos

Toda a programação é gratuita
http://www.fabricasdecultura.org.br/index.php?t=i

SOBRE AS FÁBRICAS DE CULTURA

As Fábricas de Cultura são espaços de acesso gratuito que disponibilizam diversas atividades artísticas. Criadas com o objetivo de ampliar o conhecimento cultural por meio da interação com a comunidade, as Fábricas oferecem uma programação cultural diversificada. Nas unidades você encontrará cursos, atividades, bibliotecas e estúdios de gravação. Em 2020, o Programa Fábricas de Cultura – instituições da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, gerenciadas pela Poiesis – conta com o patrocínio do Instituto Center Norte por meio da Lei Rouanet. O apoio contribui para a realização de atividades de formação e difusão cultural.

SOBRE A POIESIS

A Poiesis – Organização Social de Cultura é uma organização social que desenvolve e gere programas e projetos, além de pesquisas e espaços culturais, museológicos e educacionais, voltados para a formação complementar de estudantes e do público em geral. A instituição trabalha com o propósito de propiciar espaços de acesso democrático ao conhecimento, de estímulo à criação artística e intelectual e de difusão da língua e da literatura.

Imagem em destaque: Teatro de Mamulengo / foto: Regina Drozina