Por: Divaldo Rosa

No último sábado aconteceu um encontro inusitado em São Miguel, o encontro de Walter Feldman com os seus velhos amigos para relembrar momentos inesquecíveis nos 30 anos de vida pública voltada para o Social, deste grande homem de São Paulo que é o carismático Walter Feldman. Waltinho, para os mais íntimos, ocupou quase todos grandes cargos na vida pública e o destino decidiu tirá-lo da politica partidária e lança-lo em outro desafio grandioso que é a Secretária Geral da CBF no Rio de Janeiro. E, por conta deste cargo, ele não tem vindo tanto quanto gostaria de vir a São Paulo e aqui na Zona Leste, onde deixou um grande numero de amigos, admiradores e gratidão eterna, um verdadeiro fã clube que resiste ao tempo.

O encontro dos amigos do Walter Feldman estava marcado para as 10 horas no Kaikan de São Miguel, mas uma hora antes ele foi tomar café na casa dos professores Marcelo Miranda e Isabel Miranda, chegando pontualmente às 9 horas e lá permanecendo até às 10 horas. Foram momentos raros para matar a saudade, falar mais intimamente e aproveitar a oportunidade de participar de uma conversa muito rica de detalhes, datas, momentos únicos e lembranças eternas. O café na casa dos amigos professores terminou com um bolo e todos cantando parabéns para as três aniversariantes que estavam presente (Isabel Miranda, Luci Tomaz e Maria Gorete).

Comemoração com Walter Feldman

Saindo da casa dos Mirandas, Walter Feldman foi até o Kaikan no meu carro, ocasião que em aproveitamos para falar rapidamente de diversos assuntos, família, trabalho, futebol e projetos futuro ligado ao esporte. No Kaikan um grupo de aproximadamente 50 convidados especiais, amigos de longa data, o aguardavam ociosamente. E o Waltinho não decepcionou, despiu-se da roupagem que o cerca em razão cargo que ocupa na CBF e calmamente cumprimentou um a um com abraços, beijos, mimos, carinhos, boas gargalhas e muitas inconversas.

Abrindo o evento coube à Cida Costa, atual diretora do mercado Municipal de São Miguel fazer a saudação ao amigo Walter Feldman e novamente citou os nomes dos amigos mais próximos que sempre esteve ao lado do WF, lembrando os nomes de cada um.

Em seguida foi a vez do Walter falar aos presentes, começando pela primeira vez que ele esteve na Zona Leste, no bairro do Cangaíba, para participar do projeto social de atendimento de saúde voluntário, que reunia outros médicos: Gilberto Nataline, Francé e outros. 

E o Walter disse que em toda aquela plateia de amigos tinha apenas uma pessoa que havia presenciado aquele momento, citando o nome da Laia. Walter agradeceu a iniciativa de Luci, Prof. Isabel, Cida Costa, Geraldo Malta, Roque e tantos outros que tornaram esse encontro possível. Mesmo sem estar diretamente envolvido na política, Walter Feldman teceu algumas considerações sobre os novos ares da política brasileira, afirmando que as mudanças vieram pra ficar e que todos nós precisamos nos preparar para mudar hábitos, comportamentos e atitudes para não sermos engolidos pelo processo de mudança. Disse também que em sua vida pública teve apenas duas grandes referências: os ex-governadores Franco Montoro e Mario Covas. 

Walter falou também sobre o projeto CBF Social que formará cidadãos em todo o País, utilizando a ferramenta do futebol. Através deste projeto crianças, jovens e adolescentes terão melhores oportunidades e tornar-se-ão homens e mulheres respeitados, bom pai, bom filho e bons cidadãos. 

Para falar tecnicamente sobre o projeto CBF Social Walter Feldman passou a palavra para Diogo Netto, Gerente do CBF Social que fez uma brilhante explanação sobre o projeto da Confederação Brasileira de Futebol que pretende ter um olhar social para as periferias das cidades brasileiras. 

Finalizando o encontro, Walter Feldman agradeceu a todas as manifestações de carinho e ao dia especial onde ele pode reencontrar os velhos amigos de caminhada. Falou também da possibilidade de implantar o CBF Social no Jardim Helena (proposto pelo subprefeito Edson Marques) e em Cidade Tiradentes (proposto pelo subprefeito Oziel).