Valeska Reis é rainha da Império de Casa Verde — Foto: Celso Tavares/G1
Valeska Reis é rainha da Império de Casa Verde — Foto: Celso Tavares/G1

Quem vê Valeska Reis, 32 anos, na frente da bateria da Império de Casa Verde nem imagina que ela foi tímida na pré-adolescência. A assistente de palco posou para série de ensaios do G1 “As escolas e seus enredos” no Cine Marabá, na região central de São Paulo, e falou sobre seu passado e sobre o samba-enredo da escola, que esse ano vai fazer uma homenagem aos 124 anos do cinema com o samba-enredo “O Império contra-ataca”, alusão à saga “Star Wars”.

“Eu sempre fui muito tímida, eu fui perdendo a timidez a medida que fui me jogando. Eu usei o carnaval para poder me soltar mais porque eu era muito acuada, ficava escondida, não falava muito, falava baixinho… Não gostava de me maquiar, de me produzir, então usei o carnaval a esse favor, para me libertar e aí acabei tomando asas e deu nisso”, diverte-se ela.

Valeska Reis é rainha da Império de Casa Verde — Foto: Celso Tavares/G1
Valeska Reis é rainha da Império de Casa Verde — Foto: Celso Tavares/G1

Valeska conta que o gosto pelo carnaval veio através do pai, que era compositor de escola de samba, e que se inspira em Valéria Valenssa, ex-Globeleza.

“Ia com ele aos desfiles na adolescência e comecei a a tomar gosto, via as mulheres na frente da bateria e pensava que queria ser como elas. Tomei como referência a Valéria Valenssa, a maravilhosa Globeleza que me marcou muito, e Amanda Barbosa, que fez história. Vendo as duas eu pensei que queria ser como elas”, relembra.

De lá pra cá, Valeska já foi rainha da Acadêmicos do Tatuapé, Unidos de Vila Maria, passou pela Mancha Verde e está há 8 anos como rainha da Império de Casa Verde. Ela sabe que o cargo na escola é disputado.

“Todas as meninas sonham em um dia fazer parte da frente de uma bateria, ou de ser rainha de bateria. Eu acredito que cada uma tem seu momento e eu estou vivendo o meu”, diz ela.

Valeska Reis é rainha da Império de Casa Verde — Foto: Celso Tavares/G1
Valeska Reis é rainha da Império de Casa Verde — Foto: Celso Tavares/G1

Apesar das disputas, Valeska não “dá corda” para qualquer rivalidade com outras mulheres.

“Eu acho que finalmente estamos ganhando o espaço que merecemos, acho que juntas somos mais fortes. Não é fácil ser mulher, estamos vendo tantas coisas acontecendo, mas acredito que com nossa perseverança, força de vontade e atitude em fazer justiça a gente vai sempre chegar lá”, diz ela.

A Império de Casa Verde é a segunda escola a desfilar no sambódromo do Anhembi, na noite de sexta-feira, 1º de março.

Valeska Reis é rainha da Império de Casa Verde — Foto: Celso Tavares/G1
Valeska Reis é rainha da Império de Casa Verde — Foto: Celso Tavares/G1

O cinema

O Cine Marabá, que serviu como locação para as fotos de Valeska funciona desde 1945 na Avenida Ipiranga e traçou sua história junto com a história do cinema em São Paulo.

Em 1996, ele foi adquirido pela Playarte e mantido como cinema de rua, restaurado, com mais divisões de salas e maior oferta de programação. O edifício foi tombado em 1992, e integrava o que ficou conhecida como Cinelândia Paulista, parte do centro onde se concentravam os cinemas na década de 60.

“O Cine Marabá é um espaço histórico com salas de cinema lindas”, comentou Valeska, que usou uma fantasia de lanterninha para posar no espaço. “Eu aproveitei a fantasia que usei no nosso primeiro ensaio técnico para posar dentro de uma sala de cinema porque eu acho que tem tudo a ver. Lá atrás, os lanterninhas eram figuras importantíssimas dentro das salas de cinema”, diz ela.

Créditos:

  • Looks: Espaço Luz Ateliê
  • Beleza: Júlio Siqueira (make) e Valentina Hair (cabelo)
  • Cine Marabá: Av. Ipiranga, 757, Centro. Telefone: (11) 5053-6996

Fonte: As informações são do portal de notícias do ‘G1’.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here